Quem espera nunca alcança

20 de março de 2018

Você se sente escravo do trabalho?

A palavra escravidão é muito forte, mas certamente é a mais adequada para o momento que estamos vivendo.

Muita informação, desejos, objetivos, seguido de muita ansiedade, imediatismo e vontade de realizar. Somos muitas vezes escravos de nós mesmos, dos nossos medos e angustias.

Medo de não agradar; de incomodar, de fracassar, medo inclusive de conseguir e não saber lidar com isso. Legítimos prisioneiros.

Liberte-se! Faça do seu trabalho um meio para suas realizações e não um fardo.

Eu quero… eu sonho e sacrifico TODO o meu tempo em busca de algo que nem sempre é o que realmente faz a minha felicidade. Complexo não é verdade?

De fato o trabalho em si dignifica o ser humano!  Ter uma rotina profissional, traz além da segurança a possibilidade de realizar diversos sonhos que dependem sim de recursos financeiros, mas uma dose de EQUILÍBRIO é fundamental para que as conquistas sejam consistentes e os resultados duradouros.

A liberdade caminha junto com a criatividade.

Permite correr com a vida e descobrir em cada momento uma nova forma de viver e de fazer as mesmas coisas, de forma diferente, atingindo novos resultados. Isso é liberdade. É ir além do esperado, além dos próprios limites.

Mas antes, você precisa saber o que quer realizar, quais são de fato os seus sonhos?  Já pensou sobre isso?

Muitas vezes nos tornamos escravos de diversas situações exatamente por não visualizar  nada além daquilo que já nos foi demonstrado, são as crenças que construímos ao longo da vida e que em alguns casos, limitam a nossa evolução, por exemplo:

Me torno escravo de uma saúde debilitada por que acredito que não vou conseguir seguir uma rotina de exercício físico; Não busco outras alternativas, me entrego simplesmente.

Ou quem sabe, trabalho horas exaustivas, abdico da minha família e ainda assim, não tenho o retorno esperado. Acredito sempre que a crise vai passar, meu concorrente vai ceder, as coisas vão melhorar, mas não faço NADA a respeito, estou sempre na expectativa de que algo aconteça. E com isso, sigo trabalhando 8, 9, 10, 12 horas, sem nenhum direcionamento se de fato esse é o caminho certo.

É como viver a frustração de não conseguir se realizar como pessoa e profissional.

DECIDA o que fazer e COMO fazer!

Crie as suas regras. Desenvolva um plano de ação que otimize seu tempo.

Viva a sua liberdade!

Conta comigo na sua jornada!

A primeira sessão é gratuita e no botão ao lado você pode fazer seu agendamento online!

É você protagonista da sua história!

 

 

 

 

Já ia me esquecendo, assine a minha lista VIP e receba as atualizações de conteúdos em primeira mão.

Um grande abraço e até breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *